Notícias da Paraíba

Prefeito de Catolé do Rocha justifica reajuste do próprio salário: “eu sou bem avaliado”

O prefeito de Catolé do Rocha, Lauro Maia, sancionou um projeto que aumenta o próprio salário, do vice-prefeito, dos vereadores e secretários municipais a partir de 2025.

A partir de janeiro de 2025, o gestor, que recebe cerca de R$ 15 mil, passa a ganhar R$ 27.500; o salário do vice-prefeito passa de R$ 7.500 para R$ 13.750; e os vereadores, que recebem R$ 7 mil, vão ganhar R$ 10.432. Os secretários municipais também receberam reajuste salarial, com os vencimentos passando de R$ 4 mil para R$ 8 mil.

Lauro Maia negou que esteja aumentando o próprio salário.

“Até porque isso foi a Câmara que aprovou, em primeiro ponto, e o segundo, que eu não sei se eu vou estar prefeito em 2025. Pretendo, logicamente eu pretendo. Estou bem avaliado, graças a Deus. Nós estamos trabalhando muito, temos funcionários exatamente comprometidos.”

Além disso, o gestor argumentou que prefeitos de outros municípios da região tem o salário melhor que o dele.

“Ou superior, igual, como São Bento, por exemplo, os secretários têm um salário bem melhor, o prefeito tem melhor, tem cidades menores que a Catolé hoje, que ganham um salário do prefeito, do vice de secretários, melhor ou igual de Catolé, então o secretário de Catolé ganha quatro mil reais. O prefeito hoje de Catolé tem um salário líquido de dez mil e setecentos, onde tem cidades com uma população três vezes menor que a Catolé que está com um salário maior.” concluiu.

com Portal Correio

WhatsApp
Telegram
Twitter
Facebook

Mais lidas

1

Homem é morto a tiros no estacionamento do Habib’s no bairro dos Bancários, em João Pessoa; suspeitos são presos
Digite o assunto de seu interesse: