Notícias da Paraíba

Mães de pacientes do HU de Campina Grande denunciam falta de remédios contra o câncer

Mães de pacientes oncológicos do Hospital Universitário Alcides Carneiro, em Campina Grande, denunciam que medicações utilizadas no tratamento contra o câncer estão em falta.

Uma delas é Maria Aparecida. O filho Samuel, de 7 anos, começou o tratamento contra a leucemia há pouco tempo, mas não tem como dar continuidade porque a medicação utilizada está em falta.

“Eu procurei a ouvidoria para reclamar, eles me disseram que teriam até 30 dias para dar uma resposta e não tem como meu filho esperar 30 dias porque essa medicação já está atrasada”, disse Maria.

O medicamento utilizado no tratamento de Samuel custa cerca de R$ 11 mil, quantia que a família do menino não tem condições de arcar.

Já Francisca Amanda é mãe de Bárbara, de 2 anos e meio, que está aguardando iniciar um tratamento de quimioterapia com uma nova medicação.

“Era para ela tomar segunda-feira (25) e disse que não chegou. Quando foi na terça-feira (26), disse que não tinha a quimio. No caso, elas não podem esperar 30 dias”, afirmou Francisca.

O Hospital Universitário confirmou atraso em dois tipos de medicamentos, mas alegou que o problema é por causa de fornecedores. O hospital informou que caso a empresa responsável continue em atraso, vai ser aberto outro processo de licitação para contratar outro fornecedor.

com G1 PB

WhatsApp
Telegram
Twitter
Facebook
Digite o assunto de seu interesse: