Notícias da Paraíba

IBGE aponta que Paraíba tem maior queda de todo país no número de nascidos em 2022

A Paraíba registrou uma queda de 9,9% no número de nascidos vivos em 2022, comparando com o ano anterior, segundo as estatísticas do Registro Civil, divulgadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O número de nascimentos passou de 54.834, em 2021, para 49.430 pessoas, sendo o quarto recuo consecutivo.

Essa variação negativa foi a maior entre todos os estados brasileiros, ficando acima das médias do país (-3,5%) e do Nordeste (-6,7%). Apenas os estados de Santa Catariana (2%) e Mato Grosso (1,8%) obtiveram variações positivas. O número de nascidos vivos é diferente da taxa de natalidade, por exemplo, que considera bebês que nasceram mortos ou morreram logo depois.

Em relação à idade da mãe por ocasião do parto, a pesquisa indica que a proporção daquelas com menos de 20 anos tem caído ao longo dos anos, passando de 15,7%, em 2021, para 14,3%, em 2022. Em contrapartida, aumentou a participação daquelas que tinham de 30 a 39 anos e 40 anos ou mais, cuja participação em 2022 foi de 32,9% e 3,8%, respectivamente.

Entre os bebês nascidos vivos, 51,2% eram homens e 48,8% eram mulheres. Os meses com o maior número de nascimentos, em 2022, na Paraíba, foram: março (4.673); maio (4.466); abril (4.274); dezembro (4.250) e janeiro (4.231).

Número de óbitos tem variação de -6,9% na Paraíba, a terceira menor do país
Já o número de óbitos ocorridos no estado passou de 33.754, em 2021, para 31.411, em 2022. Um decréscimo de 6,9%, em relação ao ano anterior, menor do que as taxas verificadas para o Brasil (-15,8%) e Nordeste (-9,3%) Todas as unidades da federação apresentaram retração, sendo que o Piauí teve a menor queda (-6,3%), seguido pela Bahia e Paraíba (-6,9%). Os estados do Amazonas (-29,9%) e Rondônia (-26,6%) apresentaram os maiores decréscimos no número de óbitos perante o ano anterior (2021).

MaisPB

WhatsApp
Telegram
Twitter
Facebook
Digite o assunto de seu interesse: