Notícias da Paraíba

Aliados criticam e secretário de Educação da PB é convocado para audiência na ALPB

Uma crise inusitada surgiu no cenário político paraibano. Primeiro foi o presidente da Assembleia Legislativa, Adriano Galdino (Republicanos) que se queixou do governador João Azevêdo (PSB) por não receber o devido valor pela contribuição que daria à governabilidade. Passado o feriado da Semana Santa, outro assunto preocupa os aliados do Governo. Alguns deputados reclamam da atuação do secretário estadual de Educação, Antônio Roberto de Araújo, indicado pelos Republicanos e aprovado pelo governador.

“Dá para melhorar”, disse hoje o deputado estadual Wilson Filho nesta segunda-feira (1º) ao ser questionado na rádio Arapuan FM sobre a qualidade do trabalho desempenhado por Antônio Roberto. “Eu vou trabalhar para que a situação se resolva. O foco do partido nesse momento é organizar os Republicanos. O assunto da Secretaria de Educação será colocado em pauta a partir do dia 7 de abril. Eu estou trabalhando para construir a chapa em João Pessoa e muitas cidades têm pedido meu auxílio para montar outras chapas”, disse Wilson Filho.

Mesmo assim, o secretário foi convocado para prestar esclarecimentos na Assembleia Legislativa sobre “o atual momento da Educação no Estado”. O autor do pedido foi o deputado George Morais (União Brasil). Além do titular da Pasta, a secretária executiva de Administração, de Suprimentos e Logística Polyana Loreto também foi convocada.

“As matérias são todas elas aprovadas. Isso tem meu dedo. Para ser sincero, nem Ricardo Coutinho deu a devida importância a essa governabilidade, como também o atual governador João não dá a devida importância que essa governabilidade tem para sua gestão”, teorizou Galdino.

com ParlamentoPB

WhatsApp
Telegram
Twitter
Facebook
Digite o assunto de seu interesse: