Notícias da Paraíba

Polícia investiga contrato de patrocínio do Corinthians com empresa de apostas de CG

O presidente do Corinthians Augusto Melo recebeu nessa quarta-feira (5) na sede do clube uma notificação da Polícia Civil com questionamentos sobre a acusação de que haveria um suposto “laranja” na intermediação do contrato de patrocínio no valor R$ 360 milhões e válido por três anos com o site de apostas de Campina Grande Vaidebet.

No ofício, assinado pelo delegado Tiago Fernando Correia, a Polícia Civil faz três pedidos para para prosseguir com a investigação preliminar: informações sobre eventual intermediação da empresa Rede Social Media e Design, o contrato firmado com a VaideBet e o encaminhamento de algum instrumento, como um contrato de intermediação, que formalize a Rede Social Media Design como parte no negócio com a Vaidebet.

A Polícia Civil também deve notificar Alex Cassundé, sócio da Rede Social Media Design e Edna Oliveira dos Santos, uma mulher residente na cidade de Peruíbe, no Litoral Sul de São Paulo, que teve o nome envolvido no caso.

A denúncia foi feita pelo jornalista Juca Kfouri através do seu blog. De acordo com o comunicador, a Social Media Design intermediou o contrato de patrocínio e supostamente repassou parte do valor recebido em comissão a uma empresa chamada Neoway Soluções Integradas em Serviços Ltda que seria de propriedade de Edna.

Apesar de ser proprietária da Neoway, Edna sequer saberia da existência da empresa. Até o momento, duas parcelas de R$ 700 mil foram repassadas pelo clube para o intermediário que está registrado no contrato de patrocínio.

com WSCOM

WhatsApp
Telegram
Twitter
Facebook

Mais lidas

1

Homem é morto a tiros no estacionamento do Habib’s no bairro dos Bancários, em João Pessoa; suspeitos são presos
Digite o assunto de seu interesse: